Soja inicia semana de agenda cheia em campo positivo na Bolsa de Chicago nesta 2ª feira

Nesta segunda-feira (7), o mercado da soja opera em campo positivo na Bolsa de Chicago e, por volta de 8h10 (horário de Brasília), as cotações subiam entre 7,25 e 8,50 pontos, com o novembro/17 sendo cotado a US$ 9,65 por bushel.

O final de semana foi de clima relativamente seco no Meio-Oeste americano, de acordo com informações apuradas pela Labhoro Corretora, porém, as temperaturas foram baixas em quase todo o país.

“Os estados das Dakotas, parte do Nebraska e Iowa, ainda continuam com déficit hídrico, mesmo com as chuvas recebidas nos últimos dias. Estas chuvas não foram totalmente suficientes para cobrir toda a deficiência hídrica, mas as baixas temperaturas ajudaram muito”, informa a Labhoro.

E ao lado das informações de clima, as demais informações que chegam ao mercado internacional da soja neste momento deverão manter o caminhar das cotações bastante volátil. São novas previsões climáticas, atualização da condição das lavouras americanas e novos números de vendas e embarques dos EUA, e mais um reporte mensal de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) traz nesta quinta-feira (10).

“Algumas casas especialistas acreditam que as condições de lavouras boas excelentes da soja e do milho fiquem estáveis a 1 pp abaixo e o trigo permanecendo estável”, diz o diretor da Labhoro, Ginaldo Sousa.