Fiscais federais entram na Justiça contra contratações temporárias do Mapa

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical) informou nesta semana que entrou com um mandado de segurança na Justiça contra a contratação temporária de 300 médicos-veterinários anunciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em julho.

O Mapa anunciou a contratação temporária dos médicos-veterinários e a realização de concurso público para contratar profissionais adicionais, buscando atender a exigências de países importadores de carnes brasileiras após reveladas irregularidades na Operação Carne Fraca.

A Anffa Sindical defende a realização de concurso público para ampla contratação e argumenta que a proposta do Mapa não resolve a defasagem de 1.600 auditores fiscais.

“Essas atividades (de fiscalização) têm que ser realizadas por profissional concursado com estabilidade dentro da carreira, para ter poder de polícia, interditar estabelecimento, multar”, disse o presidente da Anffa Sindical, Maurício Porto, à CarneTec.